Evernote: dicas de uso, notas fiscais, manuais de produtos

Caros, estou começando uma prometida série sobre Evernote, conforme avisei ontem. Compartilharei várias dicas de uso aqui no blog, na novíssima seção “Evernote Sem Fio”. E em breve virão os vídeos com tutoriais, para ensinar todo mundo a usar o Evernote de forma produtiva com seus dispositivos móveis. Serão vídeos bem democráticos, para iniciantes, intermediários e geeks. E para usuários de todas as plataformas móveis, Android, iOS, Windows Phone e Blackberry.

Muitas dessas dicas eu dei no livro “60 Estratégias Práticas para Ganhar Mais Tempo”, do Christian Barbosa, onde fiz uma participação especial num capítulo sobre Evernote. Aqui no blog, vou aprofundar essas dicas.

No especial sobre “Estudantes Móveis” que estou preparando, ajudarei vocês a administrar material de estudos, as melhores maneiras de tomar notas em aulas, xerox, livros, canetas especiais, aplicativos, etc. Não só com o Evernote, mas com outras ferramentas que se integram a ele.

O que eu guardo no Evernote?

Não seria exagero dizer que guardo “a vida”, mas para inspirá-los, aí vão alguns tópicos:

– Notas fiscais e recibos
– Cartões de visitas
– Post-its com anotações rápidas e lembretes
– Prontuário médico com receitas, exames, recibos de médicos e dentistas, meu e dos membros da família (um caderno para cada)
– Listas de compras
– Listas de compras de cosméticos e maquiagens perto de vencer
– Listas de compras para fazer no exterior
– Boletos bancários e seus respectivos comprovantes de pagamento
– Pedidos de compras online
– Cardápios de restaurantes delivery
– Itinerários de viagem com mapas
– Vouchers de passagens de avião, ônibus e reservas de hotéis
– Posts legais de blogs
– Receitas culinárias da web
– Anotações de reuniões
– Planilhas de horas dos meus clientes de consultoria
– Apostilas e manuais em PDF
– Material de trabalho e pesquisa (em PDF, DOC ou no próprio corpo na nota)
– Xerox de faculdade (muitas copiadoras de campus se recusam a passar o PDF num pendrive mesmo que você pague o equivalente que seria em xerox… Então sou obrigada a fazer xerox e depois escanear em casa. Alô, pessoal, consciência ecológica, cadê?)
– Produtos na internet que quero comprar no futuro
– Sugestões de presentes para datas especiais
– Planejamento de obras e reformas
– Licenças de softwares
– Páginas de jornais e revistas escaneadas
– Anotações feitas em aulas, reuniões e coletivas de imprensa, tanto em texto quanto em áudio
– Fotos de placas de rua, com o telefone de estabelecimentos comerciais
– Lugares onde quero ir
– Filmes que quero assistir
– Livros que quero ler
– Livros que li e suas respectivas anotações
– Pautas para o blog e podcast, além de dúvidas e sugestões de leitores que capturo de email e redes sociais e salvo direito num caderno específico.

E muito mais.

Dica de hoje: Como você administra e armazena notas fiscais?

Você já parou para pensar na quantidade enorme de coisas que compramos cujas notas fiscais precisam ser guardadas? Às vezes as jogamos no fundo de uma gaveta e esquecemos que existem. Ou deixamos dentro da caixa do produto, que invariavelmente some. Quando você precisa da nota, depois de um tempo, geralmente é porque rolou algum problema e o stress é grande… Claro que você perde horas procurando e fica mais tenso ainda. 

Outro dia, tive um problema com um eletrodoméstico aqui em casa e resolvi o problema fácil, graças ao Evernote. Por isso decidi compartilhar.

Eu não tinha certeza se o produto ainda estava na garantia. Descobri rapidinho, fazendo uma busca pela nota fiscal no Evernote. Ufa! Por menos de um mês, sim, o produto ainda estava coberto pela garantia. Compartilhei imediatamente o PDF da nota de dentro do Evernote, depois foi só ir até meu arquivo suspenso e procurar a original, já que muitas assistências a exigem.

Tenho uma pasta suspensa com algumas sub-pastas, onde as notas ficam arquivadas por ano. Organizar por categoria de produto é um saco, porque quando você vê tem umas 30 categorias de pastas e certos itens você nem sabe direito onde guardou. Pense: móveis, eletrônicos, eletrodomésticos, material de escritório, livros, roupas, sapatos, equipamento esportivo, cosméticos… Imagine que você instalou um alarme novo no carro, vai colocar em qual pasta? Ou criar uma só para isso? Não, por ano é melhor.

image

Aqui no meu blog já falei muito sobre gerenciar papel e digital, sugiro que procurem no histórico para ver como organizo tudo, uso etiquetadora, etc.

Como escanear?

Tenho um multifuncional de mesa com scanner, mas as câmeras dos smartphones hoje sao tão poderosas que é muito mais prático fazer tudo pelo dispositivo móvel.

Tenho um widget no dashboard do Android para capturar fotos. Dali, seleciono se vou capturar imagem, documento, cartão de visita ou post-it.

Contudo, para notas fiscais grandes, com muita informação e letras pequenas, uso um app à parte chamado CamScanner.

image

Além de notas fiscais, uso o CamScanner para escanear páginas de livros, xerox da universidade, laudos médicos, contratos e boletos bancários. Ele é maravilhoso: acerta luz e sombra, enquadra direitinho, corrige defeitinhos de matizes e salva em PDF. Depois, é só exportar para o Evernote.

image

Outra dica, específica para eletro-eletrôncos: coloque na mesma nota do Evernote a nota fiscal e o PDF do manual do produto. Nem precisa escanear, hoje acha-se fácil tudo na internet em PDF. Depois, é só botar a papelada para reciclagem. Menos entulho para guardar.

Com essas dicas, espero diminuir o estresse de vocês com notas fiscais, recibos, garantias e manuais de uso. Pena que não posso garantir menos estresse com as assistências técnicas Brasil afora, mas aí já é outra história…

Especial: produtividade móvel com Evernote

Quando comecei esse blog, há longínquos 14 anos, tecnologia móvel era um tema extremamente de nicho. Meu objetivo ao longo dos anos era “evengelizar” fãs de tecnologia para aderirem ao lado mobile da força, mostrando que mobilidade significa liberdade e praticidade. Claro que muitos me chamaram de louca e outros sequer entendiam “que fio era esse que eu não tinha”, referindo-se à alcunha Garota Sem Fio. “Seria fio dental? Ahhh… O fio dental para higiene bucal, claro, não aquele de praia, afinal de contas, ela é dentista…”

Hoje todo mundo sabe o que é tecnologia wireless, sem fio. Todo mundo sabe o que é smartphone, todo mundo entrou ou está entrando na onda, nem que seja só para usar o tal zapizapi… A onda do momento é se comunicar por smartphone, ler notícias no smartphone, se divertir no smartphone, comprar e vender pelo smartphone… Enfim, eu venci! Falei que a tecnologia móvel ia dominar o mundo e o resultado está aí. Quem é a louca agora?

Porém, o desafio continua. As pessoas são móveis, ótimo, mas não sabem bem o que fazer com isso. De algumas a mídia até tira sarro, chamando de zumbis. Por isso que o perfil do meu blog vem mudando nos últimos tempos.

Smartphone não é só rede social. Como já havia dito antes, meu foco agora é tornar as pessoas mais produtivas. Continuarei falando de aparelhos, acessórios, aplicativos, fazendo reviews… Mas sempre foquei nas pessoas comuns, num uso mais pragmático da tecnologia, e minha meta agora é que as pessoas sejam mais versáteis e inteligentes ao usar tecnologias móveis.

Amanhã começo meu prometido “Especial Evernote”, que já estava virando lenda, de tanto problema que andei tendo pelo caminho. São posts especiais sobre produtividade móvel com o Evernote. Além de textos com dicas bem objetivas e focadas no dia a dia de todos nós, pessoas comuns, não necessariamente geeks, postarei vídeo-tutoriais para iniciantes, intermediários e ninjas. E para usuários de todas as plataformas móveis, Android, iOS, Windows Phone e Blackberry. Ou seja, será um conteúdo bem democrático.

image

Assim que consertar o meu Mac, começarei a postar os vídeos. Pois é, estou sem computador, pois o SSD estragou e a peça está em falta por aí… espero resolver isso logo. Mas os posts em texto começam amanhã. Espero que gostem. E, como sempre, continuem me mandando dicas de pauta e dúvidas.

O que está por trás da ofensiva das telecoms contra o Whatsapp

Ao que tudo indica, as operadoras móveis abrirão mesmo uma ofensiva legal contra o Whatsapp. Leia a respeito aqui.

As telecoms afirmam que o Whatsapp é um serviço que não paga impostos como deveria, por ser over-the-top (exatamente o que dizem as TVs a cabo contra o Netflix, em outra guerra paralela que está surgindo). Afinal, o aplicativo estaria prestando um serviço que estaria canibalizando os serviços das operadoras.

Não é bem assim, pois sendo um serviço over-the-top, o Whatsapp precisa da operadora para funcionar. Precisa de internet móvel. Precisa até de um número de telefone ativo, mesmo que o usuário só vá usar por wi-fi.

As próprias telecoms vendem planos e pacotes chamando a atenção para redes sociais, inclusive o Whatsapp, sem que o tráfego seja debitado da franquia de dados. Curioso que isso fere o princípio de neutralidade da rede do novo Marco Civil da Internet, mas ninguém parece dar muita bola. Afinal, quem vai ser contra navegar no Facebook de graça?

O Whatsapp faz sucesso já há um bom tempo e ninguém nunca reclamou. Pelo contrário, nunca se consumiu tanta internet móvel, seja pós ou pré-paga.

Na verdade, o buraco é mais embaixo…

Tenho acompanhado relatórios de consultorias em telecomunicações e chama muito a atenção o fato da “cultura multichip” do brasileiro estar recuando. Graças ao Whatsapp, aquela rotina cruel (principalmente com os mais pobres) de manter 3 ou 4 chips para fugir dos valores absurdos das tarifas para operadoras distintas está morrendo, principalmente desde que passou a ser possível fazer chamadas de voz com o Whatsapp.

Tanto é verdade que as operadoras não se posicionarão contra a troca de mensagens. Apenas contra o serviço de voz.

A base de usuários pré-pagos no país passa dos 80%. As telecoms não estão tão preocupadas com a queda de receita com ligações. Pobre nunca usou isso, porque chamadas interconexões (VU-M) são caras demais. Podem chegar a R$ 1,50 o minuto! As empresas estão, sim, preocupadas com a perda de share. Por isso só agora resolveram preparar uma ofensiva.

Vamos ver o que vai acontecer. Mas será uma briga boa. O dono do Whatsapp não é ninguém mais ninguém menos que o “monstro” Facebook.

E vocês, o que acham? As pessoas estão deixando de ser multichip por causa do Whatsapp? Acham que o app corre o risco de ser banido, capado ou sobre-tributado? Opinem!

O maior desafio do Android

Segundo nota do Canaltech:

Pesquisadores descobriram um bug de segurança que está deixando 95% dos smartphones e tablets equipados com sistema operacional Android vulneráveis a ataques. O bug está escondido em uma das bibliotecas de mídia usada pelo Android para exibir e ler os formatos de arquivos comuns, como PDFs (…)

De acordo com a empresa, a falha afeta smartphones e tablets que rodam a versão 2.2 ou superior do Android. Isso significa que mais de 950 milhões de dispositivos móveis estão atualmente vulneráveis ao Stagefright. Essa é uma falha atípica, que permite que um hackerinstale um malware no aparelho da vítima sem qualquer tipo de interação com o usuário. 

image

Quando alguém me pergunta qual o maior defeito do sistema operacional Android, respondo que é a fragmentação, por motivos de segurança. É preocupante imaginar que uma falha grave no sistema operacional, que atinge 95% dos aparelhos do mundo, só será corrigida em uma pequena parcela de dispositivos sujeitos à devida atualização. Circulam por aí cerca de 24.000 modelos diferentes de Android, de quase 1.300 fabricantes. É Android pra caramba!

Os mais felizardos, donos dos modelos Nexus, receberão a atualização primeiro. Depois, virão os modelos topo de linha atuais e seus respectivos antecessores. Dependerá da agilidade e disposição da fabricante. Se você comprou um aparelho de uma operadora, provavelmente terá que esperar a boa vontade da empresa – ou seja, vai demorar. E por fim, se você tem um modelo intermediário ou de entrada customizado pela operadora, as chances que essa atualização chegue são praticamente nulas.

O Google se esforça, até dá recompensas em dinheiro para hackers que encontram falhas em seu sistema. Mas esse empenho não é suficiente, já que alcançará somente uma parcela de usuários.

Você pode até achar isso bobagem, que “sistemas são assim mesmo, vide os problemas que o Windows enfrenta há décadas”. Ou que “tudo bem, a maior parte dos usuários nem liga muito para atualizações mesmo”… Todavia, conversando com engenheiros da área de segurança, bancos e financeiras, este é o principal motivo de uma das promessas mais bacanas dos smartphones não deslanchar: os pagamentos móveis. Desenvolver sistemas para uma meia dúzia de topos de linha, de uma ou duas marcas, não compensa.

Ainda vai demorar bastante para vermos todos por aí usando seus celulares para pagar o café na padoca ou a passagem do metrô…

Eu adoro o Sunrise Calendar! (mais: uma utilidade diferente para o Foursquare)

No último Podmsemfio, o n.166 sobre organização, falei do meu histórico com apps de produtividade e comentei que estava apaixonada pelo Sunrise Calendar. Neste artigo, explicarei porque ele é essencial para administrar sua rotina com grande agilidade.

Ler Mais »

De volta ao blog!

Ufa! Custou, mas voltei! Nunca é minha intenção parar de postar aqui. Sempre são problemas alheios à minha vontade, como a minha doença, que recentemente voltou a se manifestar, ou novos desafios, como o mestrado que comecei ano passado. Mas agora estou de volta, e neste post, mostrarei como ficarão as coisas daqui pra frente.

(Sobre o mestrado, um ligeiro parênteses. Muita gente vem me perguntar se estou fazendo mestrado em Jornalismo para ser jornalista. Não, não sou jornalista, e o meu mestrado tem o objetivo de fazer pesquisa em jornalismo. O foco dos meus estudos é encontrar maneiras das empresas jornalísticas obterem receita através de dispositivos móveis. Já tenho dezenas de ideias e projetos nesse sentido, já que o jornalismo atual está com a corda no pescoço, e pretendo no futuro continuar o trabalho como pesquisadora. É um adendo ao que já faço como consultora e professora, já que as chances de eu voltar à odonto estão cada vez mais remotas, por causa da minha doença.)

Não fiquei tão afastada assim do mundo online. Em 2014, comecei 2 projetos novos, o programa de rádio TechFM e o podcast Sexta Móvel. Ambos estão “de férias” no momento, e para retomá-los, precisarei estar bem de saúde e com a vida em ordem. Não há previsão de retorno.

No último sábado fiz um hangout e contei, ao vivo, quais são meus planos daqui pra frente, o que aconteceu comigo nos últimos meses, antecipei algumas pautas que tratarei neste recomeço de blog e peguei com o pessoal que estava online diversas dicas e sugestões de assuntos para posts, entre gadgets e aplicativos. Se você perdeu, assista…

Cronograma de postagens

Minhas atividades daqui para frente no blog obedecerão ao seguinte cronograma:

Toda primeira segunda-feira do mês – novo episódio do meu podcast, o Podsemfio. Se você já acompanha, o feed continua o mesmo. O próximo é o de n.166, sobre organização, já está gravado e em fase de finalização. Disponibilizarei na próxima segunda, cedinho.

Nas demais segundas-feiras do mês – postarei vídeos no meu canal do YouTube. São resenhas de produtos e aplicativos, tutoriais, dicas e assuntos gerais ligados à mobilidade. Também quero fazer mais hangouts!

Terças e quintas – Posts em texto. Alguns deles serão ligados aos assuntos que abordo nos vídeos e no podcast. Acho legal poder complementar um assunto que normalmente faço em texto com áudio e vídeo. Os feeds para vocês receberem os posts continuam os mesmos, e quem assinou para receber por email continuará recebendo normal.

Sextas-feiras – Entro ao vivo em vídeo, às 11h no Vida Moderna. Minha coluna, como não podia deixar de ser, é sobre mobilidade. O Vida Moderna é um projeto recente e conta com diversos colunistas que falam sobre carros, TVs, informática, ciência e tecnologia, enfim, tópicos ligados à nossa vida moderna. No site vocês podem encontrar mais informações, e se você perder algum vídeo meu ao vivo, poderá assiti-lo depois no canal do YouTube do Vida Moderna.

Também estou retomando minhas atividades como colunista semanal no Tecnoblog. Depois atualizarei este post para informá-los que dia da semana sairão meus posts.

Adianto que os temas dos primeiros posts dessa minha volta serão sobre organização, exceto o desta quinta, que é um update opinativo sobre lançamentos recentes. Mas já na segunda solto o Podsemfio n.166 e daí em diante, vários posts e vídeos sobre como organizar a vida com ajuda dos dispositivos móveis. Mais para frente virão uma série de tutoriais (em texto e vídeo) sobre o Evernote, que já estão em produção há um bom tempinho, pois são bem trabalhosos. Vão desde instruções para quem nem sabe o que é Evernote até para quem já conhece e usa mas quer se tornar mais produtivo com ele!

Por fim, não esqueçam de me acompanhar nas redes sociais. Lá vocês poderão saber de antemão o que estou testando ou no que estou trabalhando para escrever a respeito aqui no blog, ou no podcast e YouTube…

Twitter – é onde sou mais ativa e costumo responder a todos com certa regularidade. Posto também muitas dicas de apps e comentários sobre mobile em geral. Sigam-me: @garotasemfio
Instagram – não publico fotos só sobre tecnologia, é sobre a vida em geral também. A regularidade não estava grande coisa, mas decidi colocar ao menos uma foto por dia. Meu perfil é @biakunze
Facebook – não tenho amor ao Facebook, posto pouco, mas decidi comprometer-me a publicar mais por lá, já que uma parte do pessoal que me acompanha só usa essa rede social. Minha fanpage é essa. Não tentem pedir amizade no meu perfil pessoal porque simplesmente não uso pra nada, a não ser gerir fanpages…

Hoje, excepcionalmente, publiquei esse post numa terça à noite. É que hoje é o último dia do mês e estou planejando os posts, vídeos e podcasts de julho. A idéia é que os posts pintem por aqui às terças e quintas logo cedinho, entre 7 e 8h da manhã.

Tem mais novidades a caminho, mas conto depois… quem viu o hangout já sabe um pouco. Obrigada a todos que me acompanham e beijocas sem fio mais do que especiais para quem já é veterano frequentando este espaço. Neste mês, completo 13 anos no ar! :)

Até quinta!

Duelo de produtividade: iOS x Android (mais: meus widgets favoritos)

Fãs de iPhone e de Android se engalfinham em brigas sem fim para saber qual plataforma é a melhor. A disputa não faz sentido: os sistemas são tão diferentes que ninguém consegue chegar a um senso comum. Ambos possuem seus pontos fracos e fortes. O que temos de real não é um “melhor sistema”, e sim, aquele que se adequa melhor às necessidades de cada usuário. E ponto final.

Como consultora em mobilidade, uso todos os sistemas móveis possíveis. Mas no dia-a-dia, atualmente, me prendo à dupla Android e iOS.

No smartphone, não tenho dúvidas que sou mais produtiva em ambiente Android. Há algum tempinho dei uma entrevista ao podcast do MacMagazine explicando em detalhes, e eles concordaram com minhas colocações. Ouçam aqui.

Porém a qualidade dos aplicativos para iOS dá um banho, principalmente os profissionais e educacionais. Se você acha que uma grande parte dos desenvolvedores para Android parecem mais “relaxados” que os de iOS, saibam que é a mão de ferro da Apple que acaba nivelando para cima a qualidade da AppStore. Até mesmo versões de um mesmo aplicativo, como o Pocket Informant, parecem melhores no iOS que no Android, ou pelo menos ganham mais atenção e cuidado. E as centenas de diferentes hardwares Android complicam ainda mais a vida de quem trabalha na plataforma. Liberdade tem um preço…

O smartphone é minha principal ferramenta de trabalho. É meu canivete suíço há pelo menos uma década. Hoje opto pelo Android. Enquanto faço chamadas, seja por celular, seja por VoIP, não raro estou consultando planilhas e PDFs ou tomando notas. Eu perdia um tempo precioso no iOS enquanto estava na linha com um cliente, pois tocava em múltiplos ícones e menus para abrir uma única informação. Quando precisava fazer pesquisa nas notas que uso para referência, mais uma vez saía catando menus dentro de apps. Compartilhar informações entre apps distintos também é muito tranquilo em ambiente Android. É a plataforma que mais me lembra a versatilidade que eu tinha nos tempos dos Palms e Pocket PCs.

Mas não bastou. Sinto falta de muitos apps exclusivos do iOS. Ferramentas de composição e planejamento são infinitamente melhores no sistema móvel da Apple. Fora os aplicativos profissionais, como os da área médica, engenharia, ciência e educação. Para ilustrar, cito como exemplo as soluções da FileMaker e as suítes Papers e OmniFocus — está ultima deixei de usar, mas continuo achando imbatível na categoria.

Resultado: tenho sempre meu iPad mini por perto.

Falou-se muito essa semana da apresentadora Ellen DeGeneris e do tuíte mais compartilhado da história, que partiu de um Galaxy Note 3, numa ação promocional da Samsung muito bem sucedida. Mais tarde, nos bastidores, ela voltou para seu iPhone. Claro que o Note 3 é um dispositivo fantástico, o mais completo da atualidade, mas está mais claro ainda que, para ela, o iPhone é suficiente. Vamos ficar discutindo o que é óbvio? Não, né?

Meus widgets favoritos

Já que falei que me sinto mais produtiva em smartphone Android, decidi fazer um vídeo mostrando meus widgets favoritos. Widgets e atalhos são o que deixam o Android mais produtivo, por isso, não abro mão deles para organizar melhor minhas atividades. Confiram:

Vídeo: Adonit Jot Script + Penultimate + Noteshelf

Prezados, aqui está o prometido vídeo da Adonit Jot Script for Evernote. Para quem não acompanhou meus posts sobre stylus de 2013, sugiro a leitura dos seguintes links:

Estou muito satisfeita com a Jot Script, que pela primeira vez me deixou confortável para escrever na tela do iPad. Claro que para anotações mais extensas e elaboradas, ainda prefiro o papel, e nesses casos, os protagonistas são minha Livescribe ou então a Moleskine para Evernote. Vídeo de ambas em breve!

A caneta por enquanto só funciona em iOS (iPad 2 em diante) e com os apps Penultimate e Noteshelf. Ambos são excelentes. Além da caneta, no review demonstro um pouco de ambos. Acompanhem:

A Jot Script está ganhando um espaço grande principalmente nas minhas atividades de planejamento. Em breve mostrarei aqui no blog como planejo minhas atividades e projetos, bem como meu setup móvel de gadgets e aplicativos.

P.S.: Tem ainda a coleção de tutoriais de Evernote, em vídeo, que não consegui terminar por conta dos problemas que tive com câmeras. Como vocês puderam notar neste vídeo de hoje, consegui consertar a resolução para os desejados 720p. O problema era mesmo na hora de exportar pelo iMovie. Assinem meu canal no YouTube para acompanhar todos os futuros reviews, tutoriais e vlogs.

Samsung Smart Camera + meu primeiro vlog!

Vamos ver se agora entro de vez no mundo dos vídeos.

Fiz diversos em dezembro e janeiro, mas não subi nenhum. O material captado ficou péssimo. Minha câmera Canon A640 é muito antiga, filma em VGA, então, passei para os smartphones. Os mais novos, tops de linha, filmam em full HD! Mas não deu certo. Primeiro, porque não posso filmar com um só smart, pois preciso de todos para serem mostrados nos tutoriais. Tentei filmar alternando entre eles, mas a diferença entre os materiais capturados em dispositivos distintos ficou enorme! Aprendi que, embora a resolução seja a mesma em todos eles, há muita diferença em cores e nitidez. Segundo: na hora de filmar a mim mesma falando, o enquadramento foi pro brejo.

image

Acabei comprando ontem a Samsung Smart Camera (modelo DV150F), essa da foto acima, por R$ 490,00. Simples, compacta, sem muitas firulas, mas faz o que eu queria. Fotografa em 16 MP e filma em HD. Tem um visor na frente, assim, posso ver a mim mesma enquanto falo para a câmera e não comprometo o enquadramento. E tenho todos os meus gadgets livres para serem os “astros” dos vídeos.

Outro diferencial que fez eu optar pela Smart Camera: a interface wifi. Com ela, posso transferir sem fios meus vídeos tanto para o PC, Mac ou Android. Instalando o app da Samsung Smart Camera em qualquer Android, a transferência foi sem sobressaltos. Também dá para publicar os vídeos na web sem intermediários, da câmera direto para o YouTube, Facebook, email e até OneDrive, o ex-SkyDrive!

Isso significa que, dependendo do vídeo, posso deixar o Macbook Air em casa, pegar o material todo no OneDrive e editar no S4 ou no iPad mini.

O resultado está abaixo, no meu primeiro vlog!

Como hoje teve greve do transporte público de Curitiba, remanejei meus compromissos e fiquei em casa mexendo na bichinha. Ela é realmente tão simples e funcional que filmei o review da Adonit Jot Script e fiz um outro vídeo mostrando meus widgets favoritos para Android. O dia rendeu! O material ficou todo pronto, e publicarei em breve.

Só falta descobrir porque o YouTube não está mostrando em 720p, pois todo o material foi capturado nesta resolução. Não sei se o culpado foi o próprio YouTube ou o iMovie — usei pela primeira vez a versão nova, gratuita e capada, e odiei. Voltei para a versão paga e completa.

image

Imaginem que fiquei tão frustrada em filmar com os smartphones que pensei em chutar o pau da barraca e comprar uma câmera top, profissional ou semi, de uma vez. Cheguei a pesquisar algumas, bem como acessórios e lentes, para comprar na minha próxima ida aos EUA. Mas como ia carregar tudo aquilo sempre comigo, ainda mais agora com o mestrado em Ponta Grossa? Raios, eu sou a Garota Sem Fio, mobilidade é meu mantra! Foi enquanto olhava lentes profissionais numa loja que vi a pequena Smart e pensei: por que não?

Fica a lição: simplicidade às vezes é muito melhor do que a sofisticação. Que adiantaria uma super câmera se eu mal poderia carregá-la comigo e teria um trabalho imenso para editar e publicar o material? A produtividade ficaria comprometida.

Sempre digo: mobilidade é liberdade! :)

image

Canetas para todos os gostos

Vocês bem sabem o quanto amo canetas, com tinta ou digital, ou ambas. E já fiz posts sobre a importância de se escrever ao invés de digitar. Não se trata apenas de comodidade ou modernidade: a escrita manual é, acima de tudo, ginástica cerebral. Recomendo fortemente a quem não leu meus posts, que o faça agora:

Na foto abaixo estão as canetas que mencionarei neste artigo. De cima para baixo: Zoot, Cross, Adonit Jot Script for Evernote, Bamboo e Livescribe.

20140213-215741.jpg

Ler Mais »

Página 1 de 21812345...102030...Último »
Desenvolvido por Agência WX