Hey Dude! I’m mobile!

Tem gente que acha um absurdo assistir vídeos no celular e ainda pagar por isso. Talvez seja esse o motivo dos serviços de TV móvel ainda não terem saído das sombras. A desculpa é que não é algo “útil”. Mas se analisarmos os números dos faturamentos das operadoras em todo o mundo, vemos que o carro-chefe dos serviços, depois de voz e SMS, é o entretenimento. Entram aí toques, MP3, papéis de parede temáticos de filmes, e, no campo dos vídeos, clipes musicais e trailers de cinema.


As pessoas ainda estão avessas a esse tipo de mídia móvel. Mas agora, ao entrar na berlinda um megasucesso como Lost, os mais entusiasmados mudam um pouco de opinião. Aproveitando as “férias” do seriado (que volta em 4 de outubro), os produtores resolveram aplacar a sede dos fãs com o Lost Diaries – microepisódios de 2 minutos a serem disponibilizados pela Verizon (operadora de telefonia norte-americana), onde Hurley encontra uma filmadora na ilha e resolve gravar o que acontece por lá. Será tipo um “behind the scenes” do próprio seriado. Detalhe: com informações extras, não disponíveis nos episódios de TV, sobre mistérios da ilha e segredos dos personagens mais obscuros.
Sem dúvida essa é uma bela jogada de marketing, onde todos os envolvidos (TV, produtores e operadora de celular) saem ganhando, aproveitando a febre do momento. E para nós, entusiastas de tecnologia móvel, será um belo test-drive para ver se esse negócio de TV no celular tem futuro mesmo ou é oba-oba.
Mais detalhes sobre o MobiLost, aqui, em inglês.
Observação: Lostmaníacos do resto do mundo podem ficar aliviados, os microepisódios estarão disponíveis na web uma semana após a disponibilização nos EUA pela Verizon.
postado via wi-fi

Salvar/Compartilhar

Nenhum Comentário

Desenvolvido por Agência WX