3G x bateria: combinação voraz

Se você teve a vida toda um celular comum, offline, e agora está partindo para um modelo 3G para se esbaldar na internet, é bom se preparar para o “choque” da autonomia de bateria.

O leitor Roberto Messias mandou um email cujo teor muitos outros leitores volta e meia me procuram para discutir:

“Adquiri há menos de uma semana um smartphone Palm Treo Pro e estou aprendendo a utilizá-lo. Mas me vi diante de um problema e uma dúvida surgiu em relação à bateria. Deixo o aparelho carregando na tomada durante a noite. Por volta das 7h30 / 8h tiro ele da tomada. Agora são 16h e a bateria dele está bem perto do final. Sendo que ele está com o ActiveSync ligado, recebendo mensagens de emails esse tempo todo, e recebi uma ligação de cerca de 2 minutos. Minha dúvida é: a duração da bateria está normal, é assim mesmo, ou devo ir trocar/devolver o aparelho na loja, visto que ainda não completou 7 dias da compra?”

bateria-baixaRoberto, o maior vilão de qualquer smartphone hoje sem dúvida é o 3G, que consome muito mais energia que os modelos antigos, com internet mais “lenta” – EDGE e GPRS. E o 3G também consome muito mais que wifi, música e vídeos. Faça um teste: experimente deixar seu aparelho em modo de vôo por um dia, e conecte-se apenas por wifi. É uma diferença brutal.

Considerando que o ActiveSync está ligado e você recebendo emails o tempo todo, ele está direto online conectado ao servidor. Push significa que, mesmo que não haja tráfego de dados “visível” ao seus olhos, ele está lá, quietinho, consumindo seus recursos. Qualquer usuário com qualquer aparelho 3G, com esse mesmo perfil de uso que o seu, mal chega ao fim do dia com alguma bateria.

Como minimizar esse problema? Aí vão algumas dicas, que servem para donos de qualquer aparelho 3G:

  • Só ative o push se realmente for essencial para seu trabalho. Push e 3G são uma combinação voraz para sua bateria. Algumas alternativas: mandar seu aparelho checar emails de tempo em tempo (30 min, 1h) ou simplesmente fazer checagem manual.
  • Mantenha wifi, bluetooth e serviços de localização (GPS) desligados, ativando-os só quando for usar.
  • Mantenha a tela do seu aparelho com brilho mínimo.
  • Fones com fio também gastam menos energia que fones bluetooth.
  • Cuidado com programas que ficam rodando em background, como comunicadores instantâneos, rádios online, widgets de previsão do tempo, RSS, etc.

Depois de algum tempo de uso, sua bateria pode dar sinais de “cansaço”. Elas têm uma vida útil (ciclos de carga) que variam de modelo para modelo (consulte o manual do seu), mas a recomendação mais importante é: nunca deixe sua bateria se esgotar até o fim. O certo é colocá-la na recarga quando ainda houver energia, não importa quanto. De tempo em tempo você pode sim deixá-la descarregar por completo, mas só eventualmente, para “calibrar” o modo como seu aparelho lê a quantidade de energia existente. Cada fabricante tem seus próprios protocolos de uso de bateria. Pesquise o que a fabricante do seu aparelho diz a respeito.

Salvar/Compartilhar

19 Comments

  • Em 2009.10.05 12:38, Pedro Henrique Dutra disse:

    Realmente o 3G drena a bateria cruelmente, e nós cada vez mais nomofobicos ficamos com aquela sensação de vazio quando a bateria acaba.
    Eu ja tomei essas precauções e a bateria do meu nokia parou de me deixar na mão.

    • Em 2009.10.05 12:57, Roberto Messias disse:

      Oi Bia !! ótima resposta, esclarecedora !!! ótimas dicas tambem, vou fazer alguns testes para verificar as diferenças que você apontou.

      obrigado, abraços, Roberto

      • Em 2009.10.05 13:15, Rogerio disse:

        E a tendência é só piorar. Com cada vez mais funcionalidades e telas maiores, a autonomia torna-se crítica. O dia que conseguirem uma tecnologia para baterias que dure vários dias, mesmo com uso pesado do celular, aí sim a revolução estará completa (se conseguirem).

        O meu celular nem é smartphone, mas veio com o Ópera Mini instalado. Descobri há pouco tempo que ele tinha isso e resolvi experimentar. Gostei da experiência da navegação e um dia acabei usando várias vezes. Não deu outra. Levei um baita choque com o consumo da bateria. E olha que nem 3G é. O meu usa edge.

        • Em 2009.10.05 13:21, Claudio disse:

          Bia:
          Uma boa dica para Symbian é o iON Battery Timer. Esse aplicativo possibilita um melhor monitoramento do tempo de vida restante da sua bateria. Muito mais confiável do que o display do aparelho.
          Se te interessar acesse http://claudioebola.wordpress.com/2009/08/25/rascunho-ionbattery/ para ver um review.
          O seu Blog está cada vez melhor! Abraços!

          • Em 2009.10.05 13:59, Anderson disse:

            Oi, Bia. Você tem uma fonte de onde você tirou a informação sobre a recarga da bateria de celular ou pegou de manuais de aparelhos mesmo? bjos e parabéns pelo blog, que está sempre ótimo.

            • Em 2009.10.05 14:02, Rafael disse:

              Realmente o choque existe. Eu senti bastante o dia que que fiquei com um n97. Tenho um f480l da samsung que dura uns 4 dias trankilo. O n97 num durou o dia. Bem interessante o post.

              Bia você conseguiu alguma informação sobre a disponibilidade do n97 nas operadoras? Tá complicado achar viu… Valeu!

              • Em 2009.10.05 15:57, Claudio Sampaio disse:

                Já fiz uma consulta nas especificações e os terminais 3G quando configurados para usar a Rede 3G realmente gastam mais bateria do que quando configurados para usar a Rede 2G somente. De qualquer forma, terminais 3G normalmente são, ou pelo menos deveriam ser, projetados com baterias de maior capacidade.

                Nunca usei um Palm 3G mas posso garantir que existem Smartphones 3G com baterias que, mesmo fazendo muitas chamadas de voz e com email push (até dois no meu caso Mail for Exchange e client do Gmail), conseguem durar pelo menos um dia inteiro de trabalho. Mas é bom ter um carregador sempre à mão.

                Uma outra alternativa seria configurar para usar apenas Rede 2G (GSM) e quando for acessar a internet trocar para o 3G (UMTS ou WCDMA ou HSDPA dependendo do terminal). Alguns terminais precisam ser reinicializados para que essa troca tenha efeito, o que torna essa alternativa meio trabalhosa. Mas existem alguns modelos que não precisam ser reiniciados.

                Apenas uma ressalva: até onde sei, se colocarem em modo de vôo, não receberão chamadas.

                • Em 2009.10.05 16:45, Thomy disse:

                  Isso realmente é um problema.

                  Meu iPhone eu deixo carregando a noite, e tiro da tomada as 5:30.

                  Escuto musica, navego na internet (EDGE), jogo um pouco e, quando estou chegando em casa, por volta das 13:00, ele já esta abaixo de 20% de carga.

                  Imagine se fosse um 3G…

                  • Em 2009.10.05 17:12, Rodrigo Zaratin disse:

                    Sou usuário de smart ja faz algum tempo e algumas dicas do meu comportamento.

                    Meu celular pode ser carregado na USB, logo, sempre que estou no computador.. ele está lá ligado e carregando. Dessa maneira sobra bateria para o dia inteiro.

                    Quando estou em movimento somente com o push ativo, deixo ele em Edge (2G) que consome muito menos bateria e é mais do que suficiente para ler emails.

                    Ou então deixo em 2G quando sei que vou ficar algum dia inteiro longe do computador e tomadas. E nesse caso deixo inativo até o push e abro o email quando acho necessário.

                    Quer ver a bateria durar pouco, use Google Maps com o Latitude ativo e push de email!

                    Ta certo que o meu G1 não é conhecido por ter uma bateria descente, infelizmente, pois o SO é muito bom!

                    Abs

                    Rodrigo Zaratin

                    • Em 2009.10.05 21:36, Felipe disse:

                      Passei pelo mesmo problema no meu Touch HD e para mim a solução foi um pouco diferente: como o push para mim é essencial, em vez de desligá-lo optei por desativar o 3G no Comm Manager, deixando o aparelho em Edge/GPRS o dia todo.
                      Habilito o 3G apenas quando relamente preciso de internet rápida, por exemplo, quando preciso baixar anexos grandes ou navegar em sites mais pesados.
                      Abraços,
                      Felipe.

                      • Em 2009.10.06 09:22, Johnny C disse:

                        Otimo artigo Bia! Realmente, o 3G ainda eh um vilao comedor de bateria… de vez em quando uso meu E71 no notebook, no trampo, e ai vejo o estrago que ele faz!

                        • Em 2009.10.06 12:33, Grace disse:

                          Nossa os ajustes por aqui ficaram ótimos!!!! Agora adorei 🙂

                          • Em 2009.10.06 14:21, Bia Kunze disse:

                            Anderson, consultei empresas fabricantes e engenheiros, e as dicas que citei são unânimes. Fora isso, há peculiaridades em cada marca, aí é consultar o manual.

                            Felipe, ótima dica: desligar o 3G e deixar só EDGE/GPRS. Pena que não são todos os aparelhos que possuem essa opção.

                            Claudio, sim, o modo de vôo desliga tudo, rede de dados e telefone.

                            • Em 2009.10.08 20:18, Elder Tanaka disse:

                              E a relação bateria x mp3 player nos celulares? Estou pensando se realmente vale a convergência e abandono meu mp3 player ou se continuo com ele.

                              • Em 2009.10.10 20:35, michele disse:

                                Eu comprei um Iphone 3gs…e caramba dá pra carregar 2x por dia ele puxa bastante bateria

                                • Em 2009.12.29 08:36, Marcelo Chaves disse:

                                  Comprei recentemente um Nokia N900 e possuo um plano 3G de dados…até aí tudo bem, mais percebo agora que deixar na rede 3G MATA a bateria rapidamente, realmente é melhor ficar alternando entre rede 2G e 3G, se você tiver opção no celular, só altere para 3G quando for realmente precisar de velocidade. Para dar noção do quanto gasta: Ontem carreguei 100% da bateria por volta de 23:00 da noite e deixei o celular em standby até hoje 6:20 da manhã e já havia decido pelo menos 20% da carga (acho muito, mesmo tendo alguns widgets sempre ligados, só notei esse gasto depois de passar para 3G).

                                  • Em 2010.07.15 08:54, Raphael disse:

                                    eu tb tenho um N900, acho que ele gasta mais bateria por manter vc online em skype, gtalk, msn… independente de programas, isso é nativo no aparelho, e acho que é tipo PUSH. O que eu faço é deixar a internet desligada, só conecto qdo eu quero/preciso.
                                    Já reparou que em lugares em que o sinal de internet é ruim ele mata a bateria MTO rápido e esquenta um pouco…?? Nesses lugares nem me conecto!

                                  • […] a bateria do seu celular é  definir algumas configurações manuais em seu aparelho, como esse post da Bia Kunze (aka @garotasemfio) explicou […]

                                    • Em 2010.07.15 08:59, Raphael disse:

                                      Alguém poderia informar mais ou menos como é a duração da bateria nos BlackBerrys? Eles tem o email tipo push tb, certo? É melhor/pior que os outros smarts para condições de uso semelhantes, tipo, push mail ativo, navegação, etc.?

                                      Desenvolvido por Agência WX