Review: Nokia C3

Nokia C3

Recebi muitos pedidos de leitores para que fizesse “um review do smartphone Nokia C3“. O problema é que o C3 é um Denorex da Nokia: tem cara, teclado e acabamento de smartphone… mas não é! Mesmo mexendo em sua tela inicial e menus, o danado engana.

Trata-se de um celular básico, S40 (sim, eles ainda existem!) e não S60 nem Symbian^3. A confusão aumenta por causa da nova nomenclatura adotada nos aparelhos. Além do C3, há o C5 e C6 e C7 — esses sim, Symbian. Portanto, se você pensou que ele fosse um E63 modernizado (como eu pensei à primeira vista), saiba que ele está mais para um 5200.

Então por que a Nokia colocou esse teclado QWERTY completo? Pegadinha? Não, a resposta são redes sociais. Além dos itens básicos dos S40, como rádio FM e suporte a Java, a Nokia o customizou com versões bastante simples do Facebook, Orkut e Twitter.

Na tela inicial, ficam janelinhas (daí a semelhança com Symbian!) para você ir acompanhando o status dos amigos; o acesso ao email é via Nokia Messaging 3.0 — que, aliás, também é um extra em relação aos S40 mais antigos. Ovi Mail e Ovi Contacts fazem parte também do pacote, assim como o Opera Mini e aplicativo para mensagens instantâneas, que suporta MSN, Yahoo! Messenger, Google Talk e Ovi Chat.

A Nokia também embarcou no bichinho a Ovi Loja. (Aproveitando: Nokia, cadê os apps pagos?) Contudo, o que se vê por lá obviamente são aplicativos Java. Embora a loja esteja bem pobrinha, felizmente há sites como o GetJar, ou mesmo a TIM App Shop, com muito mais opções.

A tela TFT tem tamanho próximo aos modelos E71/E72/E63, mas a resolução de 320 x 240 pode ser insuficiente para quem dificuldade para quem não enxerga bem de perto. Mas é bastante brilhante, pena que não achei, nas configurações, um meio de diminuir o brilho, o que atrapalhou para que a foto lá do topo ficasse com a tela nítida.

A estratégia de mercado do C3 é focar nos países emergentes, uma vez que é de baixíssimo custo. Na Europa, por exemplo, ele sai por incríveis £80 — cerca de U$ 111, que dá menos de R$ 200! Pena que o preço nas lojas brasileiras, desbloqueado e sem subsídio das operadoras, é R$ 450; nossa pesada carga tributária o torna um celular não tão econômico assim…

Como já era de se esperar de um celular com esse perfil, é mais fácil listar as ferramentas removidas do que as embarcadas. Para chegar a um preço baixo desses, foi retirado o 3G e o GPS. Mas o bluetooth e o wifi foram mantidos, felizmente. Na navegação pela rede celular, como o objetivo é centralizar email e redes sociais, a internet móvel em alta velocidade não faz tanta falta assim.

Outro ponto forte do C3 é a bateria. Removendo-se funções “gastonas”, como 3G e GPS, é de se esperar uma boa autonomia; somando-se ao padrão Highlander de baterias da Nokia, uma navegação moderada (umas 3 checagens de email por dia, Twitter idem, e um ligações e SMS) resulta em inacreditáveis 6 dias! Segundo a Nokia, em stand-by a bateria aguenta 33 dias.

O player de música é apenas passável (felizmente vem com conector padrão para fones de ouvido, 3,5mm) e a câmera de 2 MP não trouxe bons resultados. Ainda que seja um celular de entrada, a Nokia tinha condições de colocar uma melhorzinha, já que sem autofoco, não há muito o que fazer: está bem aquém do que o mínimo que os usuários exigem. Um cartão microSD de 2GB, para salvar seu conteúdo multimídia. Veja no meu Flickr as fotos obtidas com ele.

Nokia C3

Conclusão

Para um aparelho de baixíssimo custo voltado à redes sociais, o C3 cumpre o que promete, com um visual muito bonito, boa empunhadura e excelente bateria. Contudo, por R$ 450, talvez o usuário de pré-pago fique indeciso entre ele ou um Android de baixo custo, o que traria um smart completo com bom browser em mãos. Nesse caso, considere se você vai ou não adquirir um pacote de dados da operadora. No C3, o gasto com dados é mínimo, ao contrário do Android. Se você quer apenas um dispositivo altamente econômico para redes sociais, ele é sua escolha.

Posts relacionados

Salvar/Compartilhar

152 Comments

  • Em 2011.11.08 22:12, WILLIAM disse:

    prefiro o Samsung ch@t 527

    Desenvolvido por Agência WX